Topo

PMRO participa de atualização de cursos de formação em polícia comunitária

Nos dias 18 e 19 de outubro, em Brasília, O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) realizou a jornada de trabalho para atualização de cursos de promotor e multiplicador de Polícia Comunitária, visando novos formatos.

O evento reuniu policiais militares dos 26 estados e do Distrito Federal para debaterem as diferentes realidades de cada região. Os atuais cursos de Polícia Comunitária são oferecidos na modalidade presencial e são classificados como Curso Nacional de Promotor e Multiplicador de Polícia Comunitária. A partir de agora, serão classificados como Curso Nacional de Operador e Gestor de Polícia Comunitária, com módulos voltados para o operador de segurança pública da ponta e ao gestor de segurança pública, em nível estratégico.

Os cursos oferecidos possuíam currículos antigos e estavam sendo baseados em legislações defasadas, carecendo de atualizações nos campos técnico, metodológico e prático. As sugestões dos estados permearam temas centrais, como direitos humanos, aspectos históricos, conceitos de Polícia Comunitária, relações interpessoais, gestão pública e participação social na segurança pública.

Além de representantes das polícias militares de todos os estados e do Distrito Federal, que foram os responsáveis pelas proposições de alterações no currículo dos cursos, a jornada contou com a presença da secretária de Segurança da Embaixada do Japão no Brasil, Aya Shirota. O Brasil é signatário de diversos acordos de cooperação com país oriental, para trocas de experiências e fomento da filosofia e estratégia organizacional de Polícia Comunitária.

No Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) é responsável por coordenar as políticas públicas para as instituições, os profissionais e a sociedade, enquanto a Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (SEGEN) cria, coordenada e executa as ações educativas dentro do Sistema Único de Segurança Pública. Ambas as Secretarias atuaram em parceria na organização e execução do evento.

Para a Major PM Cícero Rodrigues da Silva, Subcomandante do 4º BPM, que participou do evento representando a Polícia Militar do Estado de Rondônia. “Essas atualizações são de grande importância, pois a antiga grade curricular estava baseada em legislações desatualizadas, e a participação de todas policias militares do Brasil com metodologias e sugestões acrescenta muito ao tema debatido”, ressaltou.

R. Silva2