PMRO inicia operação Nova Mutum para reintegração de posse de terras

Imprimir

cel almeida mutumpA Polícia Militar de Rondônia (PMRO) informa a sociedade rondoniense quanto a deflagração da Operação Nova Mutum, frente as principais ações policiais para o cumprimento dos mandados judiciais de reintegração de posse nas fazendas Arco-Íris, Boi Sossego, Três irmãos I e III, Norbrasil, Nova Esperança e Santa Carmem.

A missão

A Operação objetiva agir preventivamente na região, cessando e evitando ilícitos diversos com o patrulhamento ostensivo, dando o aporte de segurança necessário para a reintegração de posse da área em litígio, com o apoio na segurança dos Oficiais de Justiça que executarão os mandados judiciais.

Ressalta-se preliminarmente que a operação deu início no dia 16 de outubro, com o lançamento de efetivo policial no terreno para efetivação do policiamento rural nas imediações do local de litígio, afim de controlar as estradas de acesso, buscando evitar a entrada de suprimentos e pessoas na região invadida.

São mais de 400 famílias e aproximadamente 3 mil invasores na região.

Nos dias que antecederam a data de hoje, 19 de outubro, o patrulhamento preventivo rendeu a saída de algumas pessoas voluntariamente do local de litígio.

Nos primeiros dias também foi verificado a inutilização de pontes (cerradas e queimadas) e tentativa de bloqueio de vias rurais com a derrubada de árvores pelos invasores, objetivando dificultar o trabalho de reconhecimento da região pelos integrantes da Operação Policial. O patrulhamento aéreo do Núcleo de Operações Aéreas (NOA) facilitou o reconhecimento da região.cel almeida mutum ponte

Resultados parciais

No dia 18 de outubro, a operação Nova Mutum rendeu a prisão de 2 suspeitos. Em abordagem no fim da linha 23, um integrante da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) foi abordado e conduzido para a Delegacia Policial do distrito de Extrema pelo crime de organização criminosa. Há indícios de que o indivíduo preso pertence e dá suporte a organização criminosa que se encontra instalada na região, estando o suspeito de posse de aproximadamente R$ 2.000,00 em espécie, R$ 5.000,00 em cheque e uma promissória de R$ 10.000,00, um aparelho celular novo e uma motocicleta Honda Broz, que foi apreendida.

A PMRO informa que todas essas ações preparatórias constam em planejamento específico da Corporação, afim de dar segurança na incursão da tropa no terreno até alcançar a área de litígio onde se encontra os invasores.

O Dia D

Hoje, a operação iniciou por volta de 6horas com a preleção geral onde houve a participação de todos os integrantes dos órgãos públicos participantes, sendo PMRO com suas diversas organizações policiais militares administrativas e operacionais, Corpo de Bombeiros Militar (CBMRO), Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), Núcleo de Operações Aéreas (NOA) da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) e outros.

Até às 11horas de hoje, 19, as ações da Operações se resumiram em incursões no terreno somente com o apoio de maquinários como tratores e apoio aéreo.

Fotos e texto: DCOMS